A coordenação motora dos bebês

Tempo de leitura: 3 minutos

Todo bebê aprende brincando, é através da diversão que ele começará a desenvolver os sentidos, a percepção de espaço e a coordenação motora. Veja como tudo isso acontece.

É normal ver bebês mamando e segurando o dedo da mãe ao mesmo tempo, porém o “treino” para pegar e segurar as coisas começa por volta dos 3  a 4 meses, dependendo do bebê.

Os recém-nascidos

Os movimentos são instintivos e involuntários nesta fase, o bebê pode até pegar o dedo da mãe ou até de um desconhecido. Mesmo que o bebê ainda não controle os movimentos das mãos, é importante e acolhedor para o bebê segurar o dedo da mãe enquanto mama.

As mãozinhas ficam a maior parte do tempo fechadas, conforme o tempo vai passando, aos poucos o bebê começa desenvolver suas habilidades.

Com três meses

O bebê ainda não tem autonomia total das mãos, dos dedos e do corpo, mas já empurra algumas coisas e as pegam com certa dificuldade, o que é normal para a idade, a coordenação motora começa ser estimulada.
A percepção e interação das mãos e dos olhos começam a ser desenvolvida, e o bebê começa a tentar pegar o que vê.

Com 4 a 8 meses

A coordenação e sincronismo das mãos com os olhos já estão sendo treinados há algum tempo, o bebê já consegue se virar e pegar a maioria das coisas que quer, desde que não sejam tão pequenas.

Com a coordenação motora mais desenvolvida, o bebê começa a se virar sozinho na cama ou no chão e sua percepção das coisas fica mais ampla.

Aproximando-se dos 8 meses, os bebês já estarão se sentando com mais facilidade, e não só a movimentação como a interação com os brinquedos e objetos são maiores.

Com 9 meses até 1 ano

A maioria dos bebês já pega objetos sem dificuldades, alguns bebês já estão andando, enquanto outros ainda caem um pouco ou ainda engatinham.

Nesta idade o bebê já tem a visão mais desenvolvida, as brincadeiras o ajudarão a desenvolver suas habilidades primárias, daqui pra frente é só evolução. O senso de exatidão fica um pouco mais apurado, e o bebê já começa a escolher onde quer que cada coisa fique, mas nada ainda passa de brincadeira.

Os riscos de certos objetos

1- Objetos pequenos devem ser descartados até o bebê começar a comer sozinho, esta idade é onde ele já sabe melhor o que pode ser ingerido ou não.

2- Tudo que os bebês pegam, levam direto para a boca, todo brinquedo ou objeto deixado afim de entreter o bebê, precisa ser cuidadosamente examinado para descartar qualquer possível acidente.

3- Varra muito bem a casa. Os bebês, ainda mais os que já estão engatinhando ficam mais próximos do chão do que os adultos, e por isso conseguem achar bichinhos, pecinhas ou até mesmo grãos de alimentos.

4- Não acredite de olhos fechados nas recomendações das embalagens, sempre verifique tudo que o bebê terá contato.

5- Verifique se o bebê não corre risco de prender uma mão ou um dedinho em algum orifício que o brinquedo possui.

Quando o desenvolvimento do bebê parece devagar ou rápido demais

Cada bebê tem seu tempo, isto preocupa alguns pais porque sempre existem comparações ou comentários e falsas informações que os fazem acreditar que seu filho está atrasado ou adiantado demais.

A verdade é que os bebês precisam ser estimulados, mas nunca forçados. Alguns bebês já andam com 9 meses, enquanto outros começam a engatinhar com 10 meses ou até um ano.

A presença dos pais é determinante para um bom desenvolvimento. Bebês com pais presentes nas suas atividades e conquistas tendem a se desenvolver mais rapidamente, física e psicologicamente.

Conheça o Manual das Papinhas e aprenda como fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *