Bebê que troca o dia pela noite

Tempo de leitura: 3 minutos

É muito comum que alguns bebês durmam muito de dia e quase nada de noite, entenda algumas razões e o que pode ser feito para reverter este quadro de sono.

Antes de tudo é necessário saber como funciona o ciclo de sono dos bebês, que pode variar um pouco de bebê para bebê, mas em geral segue com horários bem parecidos.

Para saber mais sobre o sono saudável do bebê leia o artigo:

A mãe pode ser a causa e a cura

A troca do dia pela noite acontece normalmente com bebês mais novinhos, é muito comum nos primeiros meses. De acordo com alguns especialistas, os recém nascidos dormem cerca de 17 horas por dia, o fato é que eles dificilmente passam de três horas de sono seguidas. Existem alguns especialistas que afirmam que a claridade do dia colabora com o sono, afinal os bebês permanecem de olhos fechados porque essa claridade pode incomodar seus olhinhos.

Os bebês quando nascem precisam estar constantemente em contato com a mãe, isso se prolonga mais ou menos até o terceiro mês de vida do bebê, por isso quando eles não têm contato suficiente com a mãe durante o dia tendem a acordar durante a noite, ou seja, quando o bebê  passa muito tempo no berço pode se sentir assustado durante a noite, por ter passado muito tempo sem contato com a mãe, esta é a principal causa dos bebês que trocam dia pela noite.

Vale lembrar também que para os adultos, o bebê parece não dormir direito, o que realmente acontece é que o ciclo do sono do bebê é bem diferente comparado ao ciclo dos adultos. É preciso que a situação seja avaliada com calma e seja realmente constatado que o bebê está tendo dificuldades para dormir durante a noite.

A partir dos 6 meses, a vida do bebê começa a ter mudanças notórias como  a introdução das papinhas e o aumento do sono noturno.

O que fazer

Um fator importante para que o bebê durma bem é a presença da mãe.  Durante o dia, mesmo tendo que executar tantas tarefas, o ideal seria que a mãe passasse mais tempo com o bebê, por incrível que pareça, essa mudança de hábito poderá resultar na melhora do sono noturno do bebê.

O contato próximo entre a mãe e o bebê nos primeiros meses de vida está ligado ao famoso termo: Gestação externa, onde o bebê ainda está em formação e precisa muito estar com a mãe.

Quando o bebê acordar de noite chorando, é importante pegá-lo no colo. O bebê só ficará “mal acostumado” se for pego logo de imediato ao fazer qualquer resmungo. O choro não deve ser evitado, pequenos gemidos e resmungos são normais entre o despertar de uma soneca e o início de outra.

O bebê pode estar acordando de noite por algum outro motivo não relacionado aos pais e nem a rotina, mas sim algum problema, por isso, antes do problema persistir, é ideal que os pais levem o bebê ao pediatra, para que uma avaliação completa do caso seja feita e qualquer possível problema de saúde seja descartada.

Conheça o Manual das Papinhas e aprenda como fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *