Bebês podem comer mel?

Tempo de leitura: 5 minutos

Deseja saber se seu bebê pode comer mel puro ou nas refeições? Saiba se é mesmo verdade ou mito aquela velha história de que bebês só podem comer mel acima de um ano de idade.

O mel é um dos alimentos mais antigos de que se tem conhecimento.

A origem de seu uso na culinária, nos tratamentos naturais e até mesmo na indústria farmacêutica já é bastante antigo.

O mel possui propriedades curativas. Sendo considerado um dos grandes aliados no tratamento de gripes e resfriados.

O mel também vem sendo utilizado com sucesso em adultos no tratamento de diversos males, como: cicatrizes, problemas de pele, de alergias e até mesmo problemas de circulação.

Mas a grande questão é saber ao certo se os bebês podem comer mel ou não,  já que suas propriedades seriam especialmente interessantes para cuidar da saúde dos pequenos.

Preparamos este artigo para responder esse questionamento e esclarecer se bebês podem ou não, comer mel.

Afinal, quais são os efeitos deste produto nos bebês e em sua saúde?

Existe alguma contraindicação na utilização do mel em bebês?

Buscamos as informações mais atualizadas, visando garantir a saúde de seu bebê e a sua tranquilidade.

Descubra agora se bebês podem comer mel e quais as recomendações indicadas

Bebês podem comer mel? Por quê?

bebes-podem-comer-mel-porque

Você já ouviu algumas vez, aquela velha história de colocar mel na chupeta dos bebês?

Pois é, antigamente esse era o costume das mães em geral, para fazerem a criança se adaptar mais facilmente à chupeta.

Infelizmente ainda hoje, é possível ouvirmos sugestões assim por parte de algumas avós.

E há também alguns pais que, ainda questionam a possibilidade de utilizar o mel na alimentação de seus bebês, ou mesmo como medicação natural levando em consideração suas propriedades curativas.

Mas, de acordo com os especialistas e baseado em estudos realizados pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o uso do mel na dieta de bebês não é recomendado.

Um bebê com menos de um ano não pode ser alimentado com mel.

Mesmo assim, é fundamental que os pais tenham em mente que, após essa idade, o uso do mel deve ser controlado.

Especialistas afirmam que bebês não podem comer mel porque o alimento pode estar contaminado com a bactéria Clostridium botulinum.

Essa bactéria é famosa e conhecida por ser responsável pela transmissão e desenvolvimento do botulismo intestinal.

O botulismo intestinal, pode ser especialmente perigoso para o bebê menor de um ano, que possui sistema imunológico mais frágil do que os adultos.

Quais os riscos do consumo de mel pelo bebê menor de um ano?

bebes-podem-comer-mel-riscos

Segundo pesquisas realizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, somadas às pesquisas de pediatras de todo o país:

Sete por cento das amostras de mel comercializadas nos mercados, feiras e ambulantes em território nacional apresentavam contaminação da bactéria botulínica.

Esse quadro torna o consumo do mel inapropriado e não recomendado para crianças menores de um ano.

O sistema imunológico do bebê menor de um ano é bastante frágil.

O botulismo infantil é uma doença extremamente perigosa, que segundo os pediatras especializados é responsável por 5% das mortes súbitas em crianças menores de um ano.

Por esse sério motivo é que podemos afirmar com bastante clareza: bebês não podem comer mel.

O que é botulismo e quais são seus riscos para o bebê?

bebes-podem-comer-mel-botulismo-intestinal

Segundo definição do Ministério da Saúde, o botulismo é uma doença gravíssima.

É adquirida pelo consumo de alimento contaminado pela presença da bactéria Clostridium botulinum. Especialmente o mel.

Um alerta: Essa bactéria também pode ser encontrada no xarope de milho, suas propriedades são similares as do mel para o desenvolvimento da bactéria.

A forma mais comum do Botulismo é o Botulismo intestinal.

Botulismo intestinal

É forma mais comum de desenvolvimento da doença em bebês com menos de um ano.

Contaminando especialmente crianças entre três e vinte e seis semanas de vida, estando diretamente ligada ao consumo de alimentos contaminados.

O intestino do bebê com menos de um ano de idade ainda não conta com a flora intestinal completamente formada.

Seu sistema imunológico ainda está totalmente despreparado para lidar com a bactéria.

Sintomas do botulismo intestinal

Fraqueza, tremores, falta de apetite, prisão de ventre, paralisia de membros, dificuldade para respirar ou para engolir.

Lembrando que esta bactéria pode levar o bebê à óbito. Como no caso das mortes súbitas.

Em caso de suspeita de botulismo infantil, é fundamental que você procure o médico com urgência, já que a demora no tratamento pode ser fatal.

Não acredite em sugestões contrárias.

Com qual idade os bebês podem comer mel?

bebes-podem-comer-mel-com-qual-idade

A restrição ao consumo do mel por bebês se dá apenas por conta da possibilidade do desenvolvimento da doença botulínica apenas em crianças menores de um ano.

Após um ano de idade os especialistas consideram seguro sua utilização e dizem que o bebê pode comer mel.

Consulte sempre um nutrólogo antes de oferecer o mel para seu bebê acima de um ano de idade.

Vale lembrar que o mel é um produto natural, orgânico e seguro para o consumo de uma criança grande. Mas como qualquer outro alimento que possui um índice glicêmico alto, deve ser consumido com bastante moderação.

Se você deseja aprender mais sobre a alimentação de seu bebê, e quais são os alimentos saudáveis que ele deverá consumir na hora da introdução alimentar, sugerimos que você adquira o e-book o Manual das Papinhas e aprenda a fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *