Cólicas no bebê

Tempo de leitura: 3 minutos

A cólica é um problema comum nos primeiros meses de vida. Acompanhe tudo que você precisa saber para amenizar as dores do seu bebê.

A cólica costuma aparecer por volta de duas a três semanas depois do parto, é normal que bebês chorem por qualquer motivo, aliás, está é a forma de se comunicar com os pais. No entanto, crianças com cólica choram sem parar e nada consegue acalmá-las.

Como saber se o bebê está com cólica?

1- Ele tem crises de choro intenso e as maneiras comuns de acalmá-lo não funcionam.

2- Ele encolhe as perninhas e arqueia as costas para trás, estica-se e se espreme enquanto chora.

3- Ele pode soltar alguns gases enquanto chora.

Quando é que a cólica vai embora?

A cólica pode deixar o bebê desconfortável a ponto de ter dificuldades para mamar, mas costuma melhorar bastante entre os 3 ou 4 meses de vida do bebê. O pico geralmente ocorre por volta de 6 semanas.

Por que o bebê fica com cólicas?

Uma das hipóteses mais fortes sobre a causa da cólica é que o bebê ainda não tem o sistema digestivo completamente formado, o que faz a barriga doer quando entra em contato com algumas substâncias do leite materno ou do leite artificial. As contrações intestinais do bebê estariam “desorganizadas”.

Outras possíveis explicações são as contrações para expulsão dos gases, e o sistema nervoso incompleto devido ao pouco tempo de vida.

Há algum risco para o bebê?

Não, o bebê não corre nenhum risco em relação a ter cólica, infelizmente é normal. É importante consultar um pediatra somente para descartar a possibilidade de o bebê estar com alguma infecção.

O que pode ser feito para consolar o bebê com cólicas?

É necessário que os pais tenham muita calma e compreensão, se o bebê se sentir tenso por causa dos pais poderá ficar com mais cólica.

Fazer o bebê arrotar depois de mamar ajuda muito, o ar ingerido junto com o leite precisa sair, caso contrario só ajudará a formação de gases.

A  massagem para fazer o bebê se sentir melhor e ajudar a expulsar os gases presos pode ajudar muito também, siga os passos para uma execução perfeita da massagem:

1- Coloque o bebê deitado de costas.

2- Pegue as duas perninhas e leve-as até a barriga e depois estique-as

3- Você pode repetir esta atividade várias vezes ao dia.

Manter uma boa alimentação também é fundamental, lembrando que a mãe passa para o bebê tudo que ingeri.

É importante também que o bebê consiga ter uma boa pega no seio da mãe, e, caso o bebê use mamadeiras, é preciso conferir se ele não está engolindo ar junto com o leite. O mesmo acontece no peito da mãe, se o bebê não conseguir abocanhar corretamente o seio, muito ar é ingerido e os gases aumentam.

Conheça o Manual das Papinhas e aprenda como fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *