Como deve ser a alimentação da gestante

Tempo de leitura: 3 minutos

A gravidez é uma fase muito especial que merece muita atenção, veja como manter uma alimentação saudável e benéfica tanto para a mãe quanto para o bebê.

O início da gravidez traz muitas mudanças hormonais, uma boa alimentação ajudará a regular o corpo e nutrí-lo da melhor forma possível, garantindo que o bebê também seja bem alimentado enquanto ainda está na barriga.

Ouvimos muito dizer que mulheres grávidas precisam se alimentar em dobro. De fato a gestação aumenta, e muito, o apetite, nesse caso não aumente a quantidade de alimentos, mas dê a preferência por alimentos ricos em nutrientes. Sendo assim, comer por dois, como muitos dizem, refere a se alimentar com nutrientes em dobro, de forma que nutra tanto você quanto o seu bebê.

Os alimentos durante estas refeições devem ser variados e naturais, com o mínimo de sal e açúcar. É importante ter em mente que qualquer problema de saúde durante a gravidez é mais difícil de ser enfrentado, por isso, abuse de vegetais e frutas, já que são alimentos reguladores ricos em vitaminas, minerais e nutrientes importantes para o corpo.  Todas as refeições merecem uma boa quantidade de legumes e vegetais e nas sobremesas as frutas são a melhor escolha.

Alimentos muito pesados como carne e muito carboidrato deixam qualquer pessoa com o organismo muito lento, no caso das gestantes, alimentos com muito molho, carnes e processados podem causar enjoo, por isso vale a pena evitá-los.

Náuseas

É comum muitas mães se queixarem de náuseas durante o primeiro trimestre da gestação, neste caso, os lanches devem ser leves. De manhã é importante tomar bastante água e no café da manhã deve-se evitar pães (mesmo integrais), café, açúcar, manteiga, bolachas e alimentos que demoram mais para serem digeridos pelo organismo.

Durante as refeições, evitar molhos e muito carboidrato, ajuda a mãe a se sentir melhor. A ingestão de fibras durante as  refeições e água com limão nos intervalos ajuda muito no combate ao enjoo também.

Alimentos a serem evitados

Existe um grande preconceito em torno das bebidas alcoólicas durante a gravidez, de fato, algumas bebidas são mais prejudiciais do que outras. De forma geral, melhor evitar, mas nada impede o seu consumo de forma extremamente moderada.

Alguns alimentos crus, mesmo que benéficos, podem causar intoxicações, por isto é indicado que sejam evitados.

O primeiro trimestre é o período mais sensível da gravidez, são durante estes 3 primeiros meses que os abortos espontâneos (não intencionais) ocorrem. Alguns alimentos podem estimular a circulação sanguínea e favorecer este acontecimento, por isso devem ser evitados os chás, refrigerantes, energéticos, café em excesso, gengibre e canela. É muito válido que a mãe se informe o máximo possível com o ginecologista para não cometer erros.

Conheça o Manual das Papinhas e aprenda como fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *