Vantagens de criar uma rotina para o bebê

Tempo de leitura: 6 minutos

As necessidades dos bebês se resumem em: Comer, dormir e se relacionar com os pais. Neste artigo você vai aprender a melhor maneira de conciliar a rotina do bebê com a dos pais.

O dia a dia do bebê se resume em comer, dormir, trocar a fralda, tomar banho e se relacionar com os pais, suas necessidades básicas.

Neste artigo você vai entender porque criar uma rotina para estas atividades é benéfico para toda a família, além de aprender qual a melhor maneira de conciliar a rotina do bebê com a dos pais.

A partir do momento que o bebê nasce, a vida dos pais muitas vezes vira de cabeça para baixo por isso montar uma rotina para o bebê que seja paralela com os afazeres dos pais é uma das melhores opções, para que a mãe e o pai consigam manter suas atividades e ter tempo para si.

As vantagens em criar uma rotina do bebê são claras para o bem-estar e desenvolvimento do bebê e para a qualidade de vida e organização dos pais e cuidadores.

Vantagens em criar uma rotina do bebê:

A vantagem dos pais em criar uma rotina para o bebê é que, ao invés de terem que se adequar às necessidades do bebê, mudando todos os costumes da casa, em uma rotina criada pelos pais, os seus horários e compromissos são adequados de acordo com as necessidades do bebê.

Desta forma, o bebê fica “regrado” e se acostuma com os horários dos pais, além de ser possível para os pais ou quem for cuidar da criança conhecer melhor os horários da criança, tornando a vida mais fácil.

No entanto, criar uma rotina diária para bebes não beneficia somente os pais, muitos especialistas e pediatras mostram que traz mais bem-estar e qualidade de vida para os pequenos também.

Muitos pediatras afirmam que os bebês sentem-se confortáveis em receber determinadas coisas quando já sabem que elas virão. O sistema biológico da criança funciona melhor quando não se tem surpresas e ela já sabe o que e quando esperar.

Um exemplo disso é quando o bebê está habituado com os horários dos pais e é amamentado quando espera ser amamentado, sente-se mais seguro e satisfeito do que se sentiria se não tivesse previsões.

Outra vantagem importante é quando o bebê precisa ser deixado com algum familiar, babá ou responsável será muito mais fácil para informar as necessidades reais do bebê, como horários e quantidades certas de cada alimentação, horários de cada troca de fralda e com o que e quando o bebê está acostumado, evitando momentos de sofrimento da criança. Assim, todos ficam mais tranquilos.

Quando começar a rotina do bebê?

A rotina nunca deve ser forçada, já que cada indivíduo tem seus horários biológicos particulares e necessidades, que devem ser respeitados. Desde as primeiras semanas de vida a mãe pode habituar-se a amamentar e dar banhos nos mesmos horários para que a rotina vá sendo criada.

Alguns pediatras aconselham que a rotina deve começar a se firmar a partir dos 3 a 4 meses, podendo começar a ser criada com 2 meses de idade.

Antes disso, a rotina já pode acontecer de forma sutil e natural, já que um bebê recém nascido dorme muito, podendo dormir até 18 horas por dia nas primeiras semanas de vida. No entanto, o sono do bebê nos primeiros meses de vida não dura mais do que 5 horas, sendo mais difícil criar uma rotina.

A partir dos 2 meses, já é possível ir treinando uma rotina noturna para os bebês, facilitando o início de uma rotina diária. Aos 3 meses, as crianças começam a interagir melhor, estão mais crescidos e algumas vezes já seguem os horários dos pais, facilitando a criação de uma rotina que se encaixe nas necessidades dos bebês e horários dos pais.

Dicas importantes para criar uma rotina do bebê:

  • Muita atenção nos horários em que o bebê come, dorme e fica mais acordado. Anote-os horários para ajudar a conhecer o ritmo do bebê e montar uma rotina apropriada.
  • Alguns especialistas indicam começar a estabelecer horários para dormir, o que facilita a criação da rotina do bebê. Ajudar o bebê a diferenciar o dia da noite também é muito importante para o sono do bebê. De dia, mantenha a movimentação, barulhos e iluminação da casa, mesmo que a criança esteja dormindo. De noite, faça exatamente o contrário, e procure abaixar o volume e as luzes da casa para que o relógio biológico da criança comece a diferenciar o dia da noite, sabendo o horário certo de dormir. Durante as mamadas noturnas, procure manter o ambiente escuro e calmo, evitando agitações e muita conversa.
  • Crie uma rotina noturna diária. Uma boa ideia é sempre dar o banho, mamada, colocar o pijama e se preparar para dormir. O mais indicado é que a partir dos 2 meses de idade, o bebê aprenda a dormir sozinho. Alguns bebês trocam o dia pela noite, saiba como pode resolver este problema aqui:Bebê que troca o dia pela noite
  • Se estiver difícil criar uma rotina de sono do bebê, pois ele dorme e acorda cada dia um horário, uma dica de algumas mães e especialistas é acordar-lo. Pode parecer estranho, mas começar o dia sempre no mesmo horário é a melhor maneira de estabelecer horários no dia a dia do bebê.
  • A rotina é sim uma ótima ideia para acostumar o bebê aos horários dos pais, mas nunca deve ser colocada à frente dos horários que o organismo do bebê trabalha. Lembre-se, tudo é uma questão de adaptação e aos poucos a sincronia acontece.

É evidente que uma rotina bem estruturada ajuda, mas o bebê jamais deve ser privado de carinho, alimentação ou qualquer outro cuidado, caso não esteja no horário certo para isto.

A amamentação, por exemplo, deve ser por livre demanda, ou seja, sempre que o bebê quiser. Seguindo estas dicas e contando com a orientação de um pediatra de confiança e sua intuição, até uma rotina mais rígida só irá trazer benefícios para toda a família.

A rotina alimentar também é fundamental para o dia a dia da criança, especialmente após a introdução alimentar. Para ajudar na preparação de papinhas e organização desta tarefa, conheça o Manual das Papinhas e aprenda como fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê

Conheça o Manual das Papinhas e aprenda como fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *