Qual a melhor posição para o bebê mamar

O nascimento do bebê é um momento de muita emoção para os pais, principalmente os de primeira viagem. As primeiras experiências com o recém-nascido, aliás, tem um significado muito forte.

Os primeiros banhos, primeiros passeios, primeiras noites em claro. Tudo é novo e desperta certo medo nos pais e mães que estão desvendando os cuidados com uma criança. Mas, de todas essas experiências, nenhuma desperta mais preocupação, principalmente entre as mães, do que a hora da amamentação.

Felizmente, o número de mulheres que podem e querem amamentar é muito grande. Por isso preparamos este artigo que aborda bastante coisa sobre este período tão especial, vamos conhecer agora as melhores posições para amamentar o bebê e um pouquinho mais desse universo <3

Qual a melhor posição para o bebê mamar?

O nascimento do bebê é um momento de muita emoção para os pais, principalmente os de primeira viagem. As primeiras experiências com o recém-nascido, aliás, tem um significado muito forte.

Os primeiros banhos, primeiros passeios, primeiras noites em claro. Tudo é novo e desperta certo medo nos pais e mães que estão desvendando os cuidados com uma criança. Mas, de todas essas experiências, nenhuma desperta mais preocupação, principalmente entre as mães, do que a hora da amamentação.

A importância da amamentação

Mais do que estreitar os laços entre mãe e filho, a amamentação é muito importante para garantir a saúde dos pequenos, e também das mães. Bebês que mamam não têm tantas infecções, crescem mais saudáveis, são mais inteligentes, mais espertos.

E as mulheres que mantém esse hábito tão saudável também protegem suas saúde: ao amamentar seus bebês, ela evitam o câncer de mama, recuperam a forma mais rapidamente, e passam bons momentos ao lado de seus pequenos.

Mas, apesar de todos esses benefícios e tantos pontos positivos, muitas mulheres ainda têm certas ressalvas em amamentar seus filhos. E os motivos para essa recusa são muitos, dos variados tipos.

Algumas creditam na conta da vaidade essa recusa, afinal a crença diz que amamentar por muito tempo deixa os seios caídos, flácidos e repletos de estrias. Por vaidade, essas mulheres recusam o leite materno aos pequenos, e introduzem as fórmulas no dia a dia.
Já outras até desejam, e muito, amamentar os filhos por longos períodos, mas não o fazem por falta de tempo.

São aquelas mães que voltam a trabalhar após o fim da licença maternidade e, por não conseguirem combinar seus horários com a rotina da criança, abandonam a amamentação.

Outras, por outro lado, não conseguem amamentar os filhos por razões físicas: o leite não é suficiente, as mães ficam doentes ou, ainda, dar de mamar causa grande sofrimento físico à mulher.

Como preparar o ambiente e o corpo para amamentar

Antes de pegar o bebê e começar a amamentação, é importante preparar o ambiente onde esse contato íntimo entre mãe e filho acontecerá, e o ideal é que seja um lugar tranquilo, com luminosidade não muito intensa e bastante silencioso, para não assustar o bebê.

O próximo passo envolve a preparação da mãe. Como dissemos um pouco acima, para algumas mulheres, o ato de amamentar causa grande sofrimento físico, pois a sucção das mamas pelo bebê pode causar dores, rachaduras ou sangramentos.

Para aliviar ou até mesmo evitar esses sintomas é importante tomar alguns cuidados.

Antes de colocar o bebê em seu seio, retire um pouco de leite e passe em volta do bico. Então, encoste o bico do seio nos lábios do recém-nascido, posicionando-o de uma forma que a criança “abocanhe” o bico e a auréola do seio. Isso evita o aparecimento de rachaduras nos seios da mãe.

Esse cuidado ajuda, ainda, a diminuir a quantidade de ar que será absorvida pelo bebê durante as mamadas, reduzindo assim os gases e, por consequência, as cólicas e o desconforto para a criança, melhorando as noites de sono e garantindo que a mãe descanse durante várias horas.

As melhores posições para o bebê mamar

Estar em um ambiente tranquilo e colocar os lábios do bebê corretamente no seio da mãe são cuidados importantes, mas acertar a posição para o bebê mamar pode significar a diferença entre uma mamada de qualidade e, por consequência, um bom desenvolvimento do pequeno (e boas noites de sono) ou experiências frustradas.

Pensando nisso, fomos em busca das melhores posições para a hora da amamentação e listamos todas aqui. Boa leitura.

Cavaleiro

Uma das melhores posições para que o leite materno vá praticamente direto para a barriga do bebê, a posição do cavaleiro é recomendada também para as crianças menores ou que tem o costume de dormir muito enquanto mamam.

Para reproduzir a posição do cavaleiro, a mãe deve sentar o bebê em seu colo, de frente para ela e sustentá-lo com uma mão, enquanto com a outra lhe oferece a mama.

Tradicional

Excelente para que a criança fique na diagonal e não engula tanto ar durante a sucção do leite. Para reproduzir essa posição, coloca-se o bebê na diagonal, com a barriga em contato direto com a barriga da mãe.

A mulher segura a criança com um braço, enquanto com o outro lhe oferece o peito.
Invertida.

Essa posição pode ser bem aceita por bebês que tem dificuldade em se adaptar à posição tradicional.

Invertida

A invertida é positiva também para as mães, já que o contato com a criança não causa tanto atrito a seus seios, diminuindo as chances de machucados.

Para amamentar seu filho na posição invertida é preciso segurar o bebê de forma que a barriguinha da criança fique encostada na lateral do corpo da mãe. A criança deve ficar ligeiramente inclinada, para que a ingestão do leite não seja dificultada.

Na hora de dar de mamar, a mãe segura a cabeça do bebê com uma das mãos, apoiando o corpo do filho em seu braço. Com a outra mão ela lhe oferece o peito.

Cavalinho

Nessa posição, o contato visual da mãe com o filho é favorecido, afinal um está de frente para o outro.

Para amamentar seu bebê utilizando a posição de cavalinho, basta colocá-lo na vertical, sentado entre uma das pernas da mãe.

A mãe, então, apoia a cabeça do filho com um dos braços e, com o outro, lhe oferece a mama.

Na cama

Embora se trate de uma posição que envolve muito carinho e proximidade entre mãe e filho, pode trazer certo risco para a criança, que pode dormir e se engasgar ou fazer qualquer movimento perigoso durante a mamada.

Se, apesar disso, você quiser investir nessa posição para amamentar, deve deitar seu bebê de frente, na cama. A cabeça da mãe deverá estar apoiada em um travesseiro, e o peito que será oferecido à criança é aquele sobre o qual ela estiver deitada.

Enquanto mama, o bebê poderá ficar com a cabeça apoiada no antebraço da mãe, que o abraça por inteiro, ou então deitado na cama, com suas costas apoiadas no colchão enquanto mama.

Como saber que a mamada está prosseguindo sem problemas?

Para algumas mulheres, tão difícil quanto acertar a posição certa na hora de dar de mamar é ter certeza que o bebê está sugando sem problemas.

Para descobrir se tudo está indo bem ou se é necessário corrigir algum detalhe, basta seguir esses passos.

Sucção silenciosa

Ao contrário do que algumas pessoas imaginam, a mamada correta é aquela em que o bebê não faz nenhum som com a boca enquanto está sugando o leite. O único barulho que se ouve é o do leite sendo engolido.

Bochechas com covinhas

Enquanto suga o leite, as bochechas do bebê devem exibir belas covinhas, um sinal de que o leite está sendo absorvido de forma correta, sem escorrer.

Seios moles

Durante a mamada, quando o bebê suga todo o leite de uma mama, ela fica “mole”, um sinal de que foi esvaziada. Quando isso acontecer, basta oferecer o outro peito, para que ele continue a mamar.

O bebê dormiu, e agora?

Quando o bebê dorme no meio da mamada, algumas mães ficam perdidas, sem saber o que fazer.

Nesse caso, o passo é muito simples. Você deve acordá-lo e oferecer o outro peito. Se ele aceitar, continue a amamentação normalmente.

Mas, se ele não aceitar, você pode usar uma bombinha para retirar o leite do seio, evitando sentir dores por estar com o seio muito cheio.

Quero tirar o bebê do peito, como faço?

A criança já está satisfeita, mas não larga seu peito? Basta que você coloque seu dedo na boca do pequeno. Ele sugará seu dedo, permitindo que você tire o bico do seio sem causar rachaduras ou machucados.

O que fazer depois da amamentação?

Agora que você já conhece as melhores posições para o bebê mamar, sabe como identificar se a mamada está progredindo bem e aprendeu, inclusive, a retirar o bico do seu seio da boca da criança sem se machucar, mais uma pergunta vem a mente: afinal, o que fazer depois da amamentação?

Aqui, assim que a mãe termina de dar de mamar, é fundamental fazer a criança arrotar. Para isso, não é necessário esperar que naturalmente, basta apoiar a barriga do bebê nos braços da mãe e dar alguns tapinhas leves em suas costas.

Depois que a criança arrotar, basta deitá-lo para que durma novamente. Não esqueça de limpar bem sua boca e se certificar que o leite não escorreu para outros lugares, como os ouvidos.

A próxima mamada vai depender do apetite do bebê e da quantidade de horas que ele está habituado a dormir. Nesse momento, a mãe deve oferecer sempre para a criança a mama que esteja cheia, dando tempo para que o corpo produza mais leite e encha a outra que foi esvaziada pelo bebê.

Amamentar é um ato de carinho e amor, um hábito que aproxima ainda mais mãe e filho, já que é um momento em que os dois estão sozinhos, preocupando-se apenas em estreitar o contato. Por isso, é importante tomar certos cuidados para que o que prometia ser um momento especial não se torne algo a ser esquecido. Continue navegando por nosso blog, você encontrará diversos artigos com várias dicas e assuntos escritos especialmente para você mamãe e seu pequeno ou pequena <3

Conheça o Manual das Papinhas e aprenda como fazer papinhas deliciosas, com 100 receitas e dicas incríveis, que irão garantir uma alimentação super saudável para seu bebê.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.