10 benefícios do coco para os bebês

As formas que o coco podem ser introduzidas na alimentação do bebê são muitas, assim como os benefícios que o consumo desse alimento rico em vitaminas e minerais pode trazer para a saúde de seu bebê.

Reunimos aqui dez benefícios que podem convencer as mães mais reticentes a incluir agora mesmo o coco (ou um de seus derivados) na alimentação do bebê.

Reduz o risco de doenças

As propriedades antioxidantes do coco evitam que os bebês, ao longo de toda a sua vida, desenvolvam vários tipos de doenças.

Melhora o funcionamento do intestino

Rico em fibras, o coco ajuda no trânsito intestinal, facilitando a evacuação e prevenindo o desenvolvimento de episódios de prisão de ventre, motivo de muitos choros e cólicas nos bebês.

Rico em vitaminas

Rico em vitaminas A, C e E, incluir o coco na alimentação dos bebês previne o surgimento de várias doenças.

Fortalece o sistema imunológico

A vitamina C, presente no coco, ajuda a fortalecer o sistema imunológico dos pequenos, diminuindo as chances do desenvolvimento de doenças típicas da idade.

Previne o aparecimento de infecções

Os bebês que consomem coco ou algum de seus derivados desde cedo, têm menos chances de ter infecções, porque essa fruta contém ácido láurico, um composto que previne a proliferação de fungos, vírus e bactérias.

Rico em minerais

O coco ajuda o organismo a repor minerais importantes para o seu bom funcionamento, como zinco, potássio, selênio, cobre e magnésio.

Hidrata

A água de coco é excelente para hidratar os bebês, além de conter muitas vitaminas e minerais.

Melhora a absorção de nutrientes

O coco ajuda o corpo dos bebês a absorver mais facilmente os nutrientes obtidos com a alimentação, melhorando seu desenvolvimento.

Fortalece os ossos

A polpa do coco contém altas doses de cálcio, mineral importante para o fortalecimento dos ossos dos bebês.

Protege o coração

O oleo de coco fortalece a saúde dos vasos sanguíneos, promovendo um tipo de “limpeza” que controla o colesterol ruim (LDL).

Devido a isso, doenças como a arteriosclerose e doenças cardíacas são praticamente inexistentes em pessoas que consomem esse alimento.”

Informações indispensáveis para introdução alimentar

Se você está na fase de introdução alimentar e não quer correr riscos com seu bebê, aconselhamos que conheça o Manual das Papinhas, onde, além de ter acesso a 100 receitas práticas, você vai aprender todos os detalhes para preparar os alimentos de forma segura e nutritiva.

O_Manual_das_Papinhas_3ª_edicao

Acesse o Manual das Papinhas e garanta a saúde do seu bebê.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.