A uva é uma fruta altamente nutritiva e muito bem aceita pelos bebês. Neste artigo, listamos dez benefícios que vão te incentivar a incluí-la no cardápio dos bebês. Atenção Retire todas as sementes antes de oferecer a uva para o bebê, e tome cuidado com a casca, pois algumas são mais difíceis de dissolver na mastigação. Protege o coração Com alta concentração de vitamina C, a uva é um excelente antioxidante, que protege o coração dos efeitos perigosos do acúmulo de gordura nas paredes de Continue lendo

A textura macia da polpa da goiaba e seu sabor agradável (doce, mas com um leve toque cítrico) tornam a goiaba um dos alimentos preferidos pelos bebês que estão passando pela fase da introdução alimentar. Além de rica em vitaminas e minerais, a goiaba faz muito bem à saúde dos pequenos. Você conhece todos os benefícios que comer uma frutinha dessas por dia pode trazer para o seu filho? Ainda não? Reunimos aqui os dez benefícios que a goiaba traz para os bebês. Combate a Continue lendo

Uma das frutas mais populares quando os bebês estão na fase de introdução alimentar, a pera não é só a mais querida entre as mamães, como também possui diversas propriedades que ajudam a melhorar a saúde dos pequenos. Conhece os benefícios que a pera pode trazer para o seu filho? Ainda não? Reunimos aqui dez razões que vão lhe convencer a incluir a fruta no cardápio diário do bebê. Tem efeito laxante Alguns bebês sofrem com o intestino vagaroso e, por isso, sentem muitas cólicas Continue lendo

Com sabor doce e uma textura macia, a ameixa faz muito bem para a saúde dos bebês. Você sabe quais são os benefícios que essa fruta pode trazer para o seu filho? Não? Tudo bem. Listamos aqui dez razões para você incluir a ameixa na rotina dos pequenos. Estimula o sistema imunológico Para os bebês, que estão desenvolvendo sua imunidade contra muitas doenças, a vitamina C presente na ameixa é uma grande aliada para fortalecer seu sistema imunológico. Combate a gripe e as tosses Crianças Continue lendo

As formas que o coco podem ser introduzidas na alimentação do bebê são muitas, assim como os benefícios que o consumo desse alimento rico em vitaminas e minerais pode trazer para a saúde de seu bebê. Reunimos aqui dez benefícios que podem convencer as mães mais reticentes a incluir agora mesmo o coco (ou um de seus derivados) na alimentação do bebê. Reduz o risco de doenças As propriedades antioxidantes do coco evitam que os bebês, ao longo de toda a sua vida, desenvolvam vários Continue lendo

A textura macia e o sabor adocicado do melão conquista o paladar dos bebês que estão começando a consumir alimentos sólidos. Além disso, a fruta traz muitos benefícios à saúde do bebê. Sabe quais são? Não tem ideia? Esse texto é para você. Reunimos aqui às dez vantagens que você verá ao incluir o melão no cardápio de seus filhos. Ajuda na hidratação Com 90% de água, o melão é uma excelente alternativa para refrescar e hidratar os bebês, principalmente nos dias mais quentes. Além Continue lendo

Com textura macia e sabor adocicado, o caqui pode fazer parte da dieta dos bebês a partir do oitavo mês. A fruta deve ser consumida sempre picadinha, para que a criança se acostume com a mastigação. Além de ensinar o bebê a mastigar, incluir o caqui na dieta dos pequenos tem muito mais benefícios. Listamos aqui dez razões para incluir a fruta no cardápio dos seus filhos. Regula o intestino Rico em fibras, o caqui ajuda no bom funcionamento do intestino do bebê, prevenindo desde Continue lendo

A textura macia e o sabor marcante do pêssego, ligeiramente adocicado, tornam a fruta uma das preferidas dos bebês que estão iniciando a introdução alimentar, e partindo para o mundo dos sólidos. Quer incluir o pêssego na dieta do seu filho, mas não conhece os benefícios da fruta? Tudo bem. Preparamos um texto com dez boas razões para você incluir essa delícia no cardápio dos pequenos. Ajuda na hidratação O pêssego tem 85% de água, ajudando os bebês que estão iniciando a introdução alimentar a Continue lendo

A partir dos seis meses, o leite materno passa a não ser o suficiente para suprir as necessidades nutricionais do bebê. Neste momento em cena uma etapa muito importante: a introdução alimentar. A introdução alimentar é um período complicado para muitas mães, principalmente as de primeira viagem. Dúvidas sobre como montar o cardápio, o que pode ou não ser dado ao bebê e como tornar essa etapa mais simples são comuns. Para ajudar as mães que estão vivenciando essa etapa, preparamos um texto com 12 Continue lendo

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, até os seis meses os bebês devem ser alimentados apenas com leite materno, pois a substância atende a todas as necessidades nutricionais dos pequenos. Entretanto, alguns pediatras são mais flexíveis e permitem a introdução de alimentos sólidos a partir dos quatro meses. Muito gente critica a postura destes pediatras, mas na vida real, algumas mães precisam voltar ao trabalho e muitas vezes não podem manter a amamentação exclusiva até 6 meses. Nós seguimos a recomendação da SBP, mas respeitamos Continue lendo